Portal da Cidade Registro

Agronegócio

Produtores do Vale fecham fornecimento de 60 mi de bananas para merenda escolar

A operação prevê a entrega semanal de 250 toneladas de banana para 3.000 escolas distribuídas por todo o Estado de São Paulo

Publicado em 09/05/2022 às 15:37

A retomada das aulas presenciais pela rede pública de ensino do Estado levaram os bananicultores do Vale do Ribeira a fecharem, com o Governo do Estado, a maior encomenda de bananas da história: 60 milhões de unidades.

Com os estudantes de volta, o Governo retomou a rotina das chamadas públicas para os fornecedores da fruta para a merenda escolar. Na primeira convocação, as 12 cooperativas de agricultores da região fecharam contratos que, somados, ultrapassam R$ 30 milhões. A chamada foi realizada na sexta-feira 6/5 e o resultado publicado nesta semana. As cooperativas já haviam fechado contratos de R$ 5 milhões e R$ 12 milhões como o Estado no passado.

Segundo o presidente da Coopercentral, Rafael Grothe de Oliveira, os contratos representam a metade da receita de cerca de 1.500 pequenos produtores de banana distribuídos em oito municípios do Vale do Ribeira. A Coopercentral reúne 12 outras cooperativas, como a Associação de Bananicultores de Miracatu (Abam), da qual Grothe também é diretor.

A operação prevê a entrega semanal de 250 toneladas de banana para 3.000 escolas distribuídas por todo o Estado. “Cerca de 90% da compra ficará no Vale do Ribeira. É um recurso importante tanto para esse setor da economia quanto para a região”, diz Groethe. “Na pandemia, muitas cooperativas fecharam as portas, mandaram funcionários embora, sem condições de manter os custos. O nosso novo fôlego veio com esse contrato do Estado. É a salvação financeira de todos os agricultores”, afirma.

VALE DO FUTURO

No ano passado, a Coopercentral procurou o deputado federal Samuel Moreira (PSDB) para discutir iniciativas que ajudassem os bananicultores superarem a crise. Ex-prefeito de Registro, Moreira é uma liderança tradicional da região. Em julho, Grothe, o parlamentar e outros representantes dos produtores tiveram uma reunião com o então secretário estadual de Agricultura, Itamar Borges.

“Fomos pleitear a inserção de projetos específicos para a bananicultura e agricultura familiar no Vale do Futuro, que é um programa de grande magnitude, mas que não havia contemplado satisfatoriamente os produtores rurais”, conta Groethe. “Fomos pedir também que o Governo retomasse a rotina das chamadas públicas.”

Anunciado em 2019, o programa Vale do Futuro prevê o investimento de cerca de R$ 2 bilhões em mais de 70 iniciativas do Governo do Estado na região do Vale do Ribeira, contemplando de saúde e educação ao recapeamento de estradas. “É um programa que vem ganhando corpo com o tempo, por meio de uma interlocução forte com as lideranças da região”, diz o deputado Samuel Moreira.

No último dia 29, o governador Rodrigo Garcia (PSDB) visitou o Vale do Ribeira e anunciou obras em estradas que totalizam R$ 10,5 milhões, além de entregar 51 veículos, entre caminhões e retroescavadeiras, para municípios da região

Fonte:

Receba as notícias de Registro no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário