Portal da Cidade Registro

Programação gratuita

Manifesto, filme que trata das vanguardas artísticas, está disponível no Sesc

Ainda na programação tem um filme italiano de Roberto Rosselini, um documentário sobre o ator Paulo José e uma animação nacional

Postado em 13/07/2020 às 16:00 |

A Série Cinema #EmCasaComSesc recebe mais 4 filmes à plataforma Sesc Digital. 


Entre os títulos, o clássico De Crápula a Herói, de Roberto Rossellini, vencedor do Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza em 1959. O filme se passa em 1943, na Itália, quando o vigarista e jogador Emmanuele Bertone finge ser coronel do exército para extorquir dinheiro de inocentes que desejam ajudar parentes que estão presos. Quando é preso também, aceita colaborar com a Gestapo, passando-se pelo General della Rovere, que seria líder da Resistência.


O título mais contemporâneo desta semana,  Manifesto, do cineasta e multiartista alemão Julian Rosefeldt, trata dos históricos manifestos de arte e como estes podem ser aplicados à sociedade contemporânea. Estrelado por Cate Blanchett, o filme explora os componentes performáticos e o significado político de declarações artísticas e inovadoras do século XX, que vão dos futuristas e dadaístas ao Pop Art, passando por Fluxus, Lars von Trier e Jim Jarmusch.

 

O documentário brasileiro Todos os Paulos do Mundo, de Gustavo Ribeiro e Rodrigo de Oliveira, é um dos títulos nacionais, que mostra a carreira de Paulo José como ator, revista a partir de seus filmes, como os icônicos "Todas as Mulheres do Mundo" e "Macunaíma", passando ainda por "O Padre e a Moça", "Juventude" e "O Palhaço". Ícone do cinema brasileiro, a trajetória de Paulo José serve também como retrato de uma era no audiovisual do país.


A animação da semana é o infantil Molly, a Monstrinha, de Matthias Bruhn, Michael Ekbladh e Ted Sieger, que conta a história da pequena monstrinha Molly, que vive dias de ansiedade: assim que sua mãe colocou um novo ovo, Molly percebe que a chegada de um irmãozinho ou de uma irmãzinha era iminente. A monstrinha decide, então, sair em uma longa jornada, que a levará a diversos novos lugares, com o objetivo de compreender o novo papel que desempenhará em sua família que está crescendo.


Para assistir, acesse sescsp.org.br/cinemaemcasa



Cinema #EmCasaComSesc


Desde o dia 4 de junho, o Sesc ampliou sua programação no ambiente online com a oferta de filmes em alta qualidade e exibição gratuita, sem necessidade de cadastro, em sua própria plataforma Sesc Digital. A série “Cinema” contempla exibições de filmes em streaming (no formato FVOD – Free Video On Demand).


Os filmes ficam disponíveis por um período determinado, com alterações e novas estreias semanais a cada quinta-feira (considerando a semana de cinema de quinta à quarta-feira). Haverá ainda possibilidade de prorrogação da exibição, conforme a demanda do público, além de sessões especiais por períodos menores (como 24h, por exemplo). A curadoria do Cinema #EmCasaComSesc conta com a experiência do CineSesc, que segue fechado desde o mês de março, por conta da crise causada pelo novo coronavírus. 


Este novo serviço de streaming já ultrapassou 100 mil visualizações, atendendo ao público de diversas regiões do país.






PROGRAMAÇÃO DE 9 DE A 16 DE JULHO



DE CRÁPULA A HERÓI

(Dir.: Roberto Rossellini, França e Itália, 1959, 132 min, Ficção, 14 anos)



Em 1943, na Itália, o vigarista e jogador Emmanuele Bertone, finge ser coronel do exército para extorquir dinheiro de inocentes que desejam ajudar parentes que estão presos. Quando é preso também, aceita colaborar com a Gestapo passando-se pelo General della Rovere, que seria líder da Resistência. Vencedor do Leão de Ouro de Melhor Filme no Festival de Veneza. ASSISTIR AQUI



MANIFESTO

(Dir.: Julian Rosefeldt, Alemanha, 2017, 98 min, Ficção, 12 anos)





Os históricos manifestos de arte podem ser aplicados à sociedade contemporânea? É isso o que Cate Blanchett tenta responder ao explorar os componentes performáticos e o significado político de declarações artísticas e inovadoras do século XX, que vão dos futuristas e dadaístas ao Pop Art, passando por Fluxus, Lars von Trier e Jim Jarmusch. ASSISTIR AQUI



TODOS OS PAULOS DO MUNDO

(Dir.: Gustavo Ribeiro, Rodrigo de Oliveira, Brasil, 2018, 80 min, Documentário, 14 anos)





A carreira de Paulo José como ator é revista a partir de seus filmes, dos icônicos "Todas as Mulheres do Mundo" a "Macunaíma", passando ainda por "O Padre e a Moça", "Juventude" e "O Palhaço". Ícone do cinema brasileiro, a trajetória de Paulo José serve também como retrato de uma era no audiovisual do país. ASSISTIR AQUI



MOLLY, A MONSTRINHA

(Dir.: Matthias Bruhn, Michael Ekbladh, Ted Sieger, Alemanha, Suíça, Suécia, 2016, 70 min, Animação, Livre)




A pequena monstrinha Molly vive dias de ansiedade: assim que sua mãe colocou um novo ovo, Molly percebeu que a chegada de um irmãozinho ou de uma irmãzinha era iminente. A monstrinha decide, então, sair em uma longa jornada, que a levará a diversos novos lugares, com o objetivo de compreender o novo papel que desempenhará em sua família que está crescendo. ASSISTIR AQUI

Fonte:

Deixe seu comentário