Portal da Cidade Registro

Maratona cultural

Virada SP chega a Registro com Barão Vermelho e Luan Santana

Evento acontece nos dias 3 e 4 de dezembro com 24 horas de programação. Circo, Ara Ketu e BNegão também estão na programação

Publicado em 03/12/2022 às 12:26
Atualizado em

Registro será palco de uma verdadeira maratona cultural nos próximos dias 3 e 4 de dezembro. A Virada SP, iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do governo de São Paulo, chega à cidade com diversas apresentações da cena artística nacional e internacional. O evento totalmente gratuito acontece durante 24 horas e confere a Registro, assim como aos outros 21 municípios contemplados pela ação, o título de capital estadual da cultura de 2022.

“O programa Virada SP amplia o grau de acesso da população a uma programação cultural de grande qualidade em todas as regiões de São Paulo”, afirma Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado. “Há também um impacto positivo na economia das cidades parceiras e o fortalecimento da produção cultural paulista. Trata-se de uma ação bem-sucedida que resulta da política de descentralização de investimentos governo de São Paulo”.

A programação será aberta ao público e distribuída em três locais da cidade: a Praça Beira Rio , Praça dos Expedicionários e o Centro Comunitário do Agrochá.

O evento começa no sábado (3) às 18 horas, no palco da Praça Beira Rio, com a apresentação da banda Ara Ketu e percussão para comemorar 42 anos de carreira. Na sequência, a Virada SP traz as apresentações de Tássia Reis que canta Alcione, às 20h30, e de BNegão, às 23h.

A madrugada do domingo chega com Barão Vermelho (1h30), grupo carioca que celebra 40 anos de estrada. Para o público infantil, o show Brasileirinhos - Música para os bichos do Brasil (11h), com músicas para crianças que falam sobre a fauna do país, baseadas na série de livros de Lalau e Laurabeatriz promete encantar os pequenos.

O sertanejo de Matheus Henrique e Gabriel (13h30) esquentam a tarde no mesmo palco que ainda tem Los Mirlos, grupo peruano de Cumbia, seguido da Performance Voadora da Cia Base. Luan Santana fecha a noite.

“Os palcos da Virada SP Registro vão abrigar outras linguagens culturais, além da música, como circo e performances acrobáticas. A curadoria foi bastante criteriosa para contemplar todas as idades e múltiplas preferências artísticas”, diz Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte, gestora da ação.

No palco da Praça dos Expedicionários, a Virada SP movimenta a cidade desde às 19h30 do sábado com o Grupo É pra Sambar seguido por Mr. Buiu (22h). O Km Treze (0h30) não vai deixar ninguém parado com seu show de rock na madrugada.

A manhã do domingo começa com o Ribeira Ryofu Daiko (10h30), grupo de percussão japonesa da comunidade local. Logo em seguida, é a vez do rock brasiliense da Banda Sapiens a partir das 12h30, e Negronx Trio às 15h.

No final da tarde, o Circo Malabarístico com os Irmãos Becker explora diferentes possibilidades de malabarismo com a participação do público. A dupla explora plasticidade, criatividade e a diversidade de materiais em cada uma de suas manobras. O poeta cantador Xangai, às 18h30, encerra as apresentações da Virada SP no palco da Praça dos Experdicionários.

O Centro Comunitário Agrochá abrigará o Palco Volante que vai trazer discotecagem de rap nos dois dias de evento.

“A Virada Cultural é um evento grandioso e que já se tornou uma marca importante para a cultura local e que vai ao encontro da política pública do prefeito Nilton Hirota em promover o acesso ao entretenimento e incentivar a economia criativa por meio de eventos”, afirma o secretário municipal de Cultura, Turismo e Economia Criativa, Edson Endo. “Esta parceria entre prefeitura e governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, já mostrou que é um grande sucesso, especialmente por fomentar a cultura e o entretenimento em nossa cidade, por ser uma programação com grandes artistas e completamente gratuita”, destaca.

Registro é o 20º município a receber a Virada SP este ano. No começo de agosto, Adamantina e Ubarana inauguraram o evento que este ano voltou ao formato presencial, depois de dois anos realizados virtualmente em função do isolamento imposto pela pandemia.

Todas as 22 cidades foram selecionadas por chamamento público, realizado pelo governo do Estado de São Paulo.

Virada SP

A Virada SP é uma maratona de arte e cultura com apresentações de linguagens variadas realizadas por artistas e grupos consagrados regional, nacional e internacionalmente. As atividades acontecem durante 24 horas consecutivas em espaços públicos e privados. Todas as ações são gratuitas e abertas ao público. Em 2020 e 2021, o evento assumiu o formato virtual, em função do isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19, mas manteve a parceria com cidades selecionadas, sempre por meio de chamadas públicas.

Este ano, a Virada SP volta ao modo presencial e, como nas edições anteriores, dá o título de Capital Cultural do Estado de São Paulo aos 22 municípios escolhidos –Adamantina, Iguape, Ilha Solteira, Paraibuna, Santa Fé do Sul, Santa Rita do Passa Quatro, Santo Antônio do Pinhal, Ubarana, Botucatu, Mairiporã, Registro, Santa Bárbara d´Oeste, Votuporanga, Itapevi, Santos, Bertioga, Itanhaém e São Sebastião, Campinas, Presidente Prudente, São José dos Campos e Indaiatuba. As cidades de Santa Rita do Passa Quatro, Ubarana, Santo Antônio do Pinhal, Paraibuna, Adamantina e São Sebastião participam de forma inédita do evento.

Além de fomentar e democratizar o acesso à cultura, a Virada SP, parte do programa #JuntosPelaCultura, é um grande incentivador da arte local que une estado, prefeituras e segmentos artísticos a fim de desenvolver a cultura e a economia criativa em todas as regiões do estado.

A Virada SP de 2022 tem um investimento de R$ 15,7 milhões, orçamento recorde na história das Viradas pelo Governo do Estado. A previsão é que, mais uma vez, o impacto econômico seja significativo com destaque para a geração de empregos diretos e indiretos nas regiões participantes.

Programação

(Todos os eventos na madrugada acontecem do sábado para o domingo)

Palco Praça Beira Rio - R. José Sugunio Shita, 126-210 - Vila Alay Jose Correa

Sábado (3/12)

18h Ara Ketu

20h30 Tássia Reis canta Alcione

23h BNegão

Domingo (4/12)

1h30 Barão Vermelho

11h Brasileirinhos - Música para os bichos do Brasil

13h30 Matheus Henrique e Gabriel

16h Los Mirlos

18h Performance Voadora - Corpos Suspensos - Cia Base

20h Luan Santana

Palco Praça dos expedicionários - R. Pio Onze, 143 - Centro

Sábado (3/12)

19h30 Grupo é Pra Sambar

22h Mr. Buiu

Domingo (4/12)

0h30 Km Treze

10h30 Ribeira Ryofu Daiko

12h30 Banda Sapiens

15h Negronx Trio

17h Circo Malabarístico - Grupo Irmãos Becker

18h30 Xangai

Palco Volante - Centro Comunitário do Agrochá - Rua Doze,326 - Agrochá 2

Sábado (3/12)

19h Discotecagem – Rap

Domingo (4/12)

13h Discotecagem – Rap


Fonte:

Receba as notícias de Registro no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário