Portal da Cidade Registro

Mercado

Todo mundo erra

O ponto é reforçar o lembrete: temos que ter menos certeza de tudo

Postado em 23/08/2021 às 18:21

Dia desses revisitei alguns materiais de especialistas que tratavam dos impactos da pandemia. Eram inúmeros textos, vídeos e podcasts de 2020, época em que estávamos bem no meio do caos da COVID. Eram muitos prognósticos. 

Como você pode imaginar, havia muitos especialistas. Como você pode imaginar, havia muitos especialistas. Revendo-os, percebi um padrão: mesmo com toda a confiança dos especialistas, a maioria "errou o alvo".

Eles são como nós: têm opiniões humanas imperfeitas e tendenciosas, raciocinam emocionalmente, se informam por suas circunstâncias atuais e por referências históricas; mas tudo que olha para o futuro é uma suposição.

Alguns levantam pontos mais assertivos do que outros, mas no fim eles estavam apenas supondo para onde as coisas estavam indo e o que ia mudar. E, de novo, erraram o alvo.

O ponto aqui não é atacar a opinião de ninguém. Ninguém tinha ideia do que ia rolar.

O ponto é reforçar o lembrete: temos que ter menos certeza de tudo.

Com tantas informações, tantas opiniões de diversos especialistas de todas as áreas, escolhemos no que confiar e, frequentemente, consideramos o que mais se aproxima do que pensamos como a verdade, mas na verdade é apenas um conforto para nossas próprias dúvidas.

Revisando com distanciamento histórico fica claro que todos nós estamos simplesmente tentando fazer algum sentido no nosso momento presente, sem o luxo de saber como tudo vai acabar.

Quanto mais alguém diz "não tenho certeza" ou "não sei", mais tem minha atenção. Se realmente queremos saber, temos que esperar. Não há outra saída.

Tente fazer isso algum dia. Revisite um artigo antigo, um post antigo ou qualquer coisa do tipo. A reflexão tem o seu caminho, você talvez aprenda mais com ela do que se for simplesmente ler o que saiu hoje por aí.

Uma coisa esses tempos que vivemos me ensinaram: especialistas e estudiosos erram.

Não tenha medo de refazer a rota, tentar de novo. Está tudo muito diferente do que já vivenciamos. Não tenha medo de errar. Todo mundo erra.

Há quase 20 anos no mercado publicitário, a sócia da Acesso Livre Propaganda, Gilsemara Candido Benute fala sobre desafios e oportunidades


Fonte:

Receba as notícias de Registro no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário

Outras notícias