Portal da Cidade Registro

Vacinação prorrogada

SP prorroga Campanha de Multivacinação e contra Poliomielite até 31 de outubro

Pouco mais de ¼ das crianças e adolescentes de até 15 anos compareceram aos postos para atualizar caderneta de vacinação

Publicado em 30/09/2022 às 12:04

Com uma baixa demanda e sob o risco de reintrodução da poliomielite no Brasil, o Governo de SP, em parceria com os 645 municípios, decidiu ampliar a Campanha de Multivacinação e contra Poliomielite até o dia 31 de outubro. Apenas 25,8% do público-alvo, entre crianças e adolescentes, procuraram os postos para se vacinar.

“Esta é mais uma oportunidade para os pais e responsáveis procurarem os postos de vacinação e levarem seus filhos para se vacinar. Estamos em um momento importante e, infelizmente, com baixas coberturas vacinais, o que pode acarretar na volta de doenças graves que estavam eliminadas do nosso Estado”, destaca Regiane de Paula, da Coordenadoria de Controle de Doenças da Secretaria de Estado da Saúde.

Contra a poliomielite, foram imunizadas 1,1 milhão de crianças, o que representa 49,2% do público-alvo desta faixa etária. A vacinação contra esta doença é fundamental para evitar o risco de reintrodução do vírus, do qual não se tem registro de caso no Estado há mais de 30 anos. A vacina é indicada para todas as crianças de 2 meses a menores de um ano de idade.

Além da vacina contra poliomielite, na campanha de multivacinação estão disponíveis as vacinas BCG, contra a tuberculose, imunizantes contra as hepatites A e B, poliomielite e rotavírus, a pentavalente - contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e doenças invasivas causadas pelo hemófilo b - também doses contra caxumba, febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, varicela e HPV.

Na população de 5 a 14 anos, compareceram nos postos de vacinação 707 mil pessoas da faixa etária, o que representa 11,3% do público-alvo. Destes, 60,5% foram encaminhados para receber alguma vacina do calendário.

A melhor cobertura fica por conta das crianças com menos de 1 ano, que atingiu 91% de comparecimento, o que representa 502 mil pessoas. Destas, 77,8% receberam algum tipo de imunizante para atualizar a caderneta de vacinação.

SP conta com 9,1 milhão de crianças e adolescentes nesta faixa etária e os responsáveis devem levá-los aos postos de vacinação com a caderneta para que os profissionais da Saúde confiram se a imunização está em dia. As estratégias de imunização são definidas pelos municípios.


Fonte:

Receba as notícias de Registro no seu WhatsApp.
Clique aqui, é gratis!

Deixe seu comentário