Portal da Cidade Registro

Agricultura

“Mal do Panamá” chega a América do Sul e alerta produtores do Vale do Ribeira

Presidente da CONABAN faz alerta: doença pode significar o “fim da produção da banana”. Prioridade agora é impedir a chegada no País

Postado em 09/08/2019 às 12:33 |

Em rede social, o presidente da CONABAN - Confederação Nacional de Bananicultores, o bananicultor Jefferson Magário, anunciou em vídeo  a chegada do “Mal do Panamá” na América do Sul, encontrada na Colômbia. O anúncio alerta bananicultores de toda América já que a doença destrói rapidamente a produção da fruta e significa o “fim da produção de banana”.  

A prioridade máxima agora é que a doença não chegue ao Brasil e consequentemente ao Vale do Ribeira. “ A nossa economia é baseada na produção de banana. Pedimos aos produtores do Vale do Ribeira que procure a Casa da Agricultura, o Sindicato ou a Associação da sua cidade, para que ele possa entender de que forma que ele pode se prevenir para que essa doença não chegue a sua propriedade”, explica o presidente da Confederação.

“O plano de contingência foi lançado em nível nacional e não havia uma preocupação porque o fungo não estava perto, mas acreditamos que a adesão de produtores seja bem maior”, diz Magário. No Vale do Ribeira, até o momento, nenhuma propriedade aderiu ao plano de contingência do Ministério da Agricultura, informou o presidente da CONABAN.

A partir dessa confirmação, Magário buscará junto ao Ministério da Agricultura intensificar os trabalhos de prevenção. “Ressalto que o Brasil faz fronteira com a Colômbia e isso é muito preocupante, porque o país próximo que tinha essa doença até então era Moçambique, na África. E agora esta grave doença está muito próxima de nós e a situação é de alerta máximo”.

O país vizinho por meio do gerente geral de Instituto Colombiano da Agricultura, engenheiro Dayanira Barrero León, engenheiro Cárdenas López, o gerente adjunto de proteção de plantas e o presidente do SAC, confirmaram a presença do Fusarium Raza 4 Tropical (O Mal do Panamá), na região de La Guajira. “Hoje, essa terrível notícia é conhecida, colocando em xeque a indústria mundial da banana, devido à importância econômica da área do dólar para as exportações mundiais de banana”, diz comunicado do ICA

As primeiras indicações da presença do fungo já afetou 14 países e os continentes da Ásia, África e Oceania, se encontraram em meados de junho, mas os alertas não foram ligados até que uma inspeção ocular foi feita no local onde foram encontradas plantas hospedeiras.

A área afetada na Colômbia foi de aproximadamente 250 hectares, dos quais o ICA erradicou por meio do protocolo de queima e desinfecção, esperando que as amostras enviadas à Holanda ratifiquem os temores da indústria da banana nas Américas.

Conheça o Plano de Contingência da doença do Ministério da Agricultura aqui e aqui 


Fonte:

Deixe seu comentário