Portal da Cidade Registro

Intolerância

“Salvem os fiéis, mas queimem essas igrejas com os pastores dentro”

Frase pichada na igreja presbiteriana de Registro assusta fiéis e moradores

Postado em 01/11/2019 às 18:29 |

Ato de vandalismo está sendo investigado (Foto: Divulgação)

“Salvem os fiéis, mas queimem essas igrejas com os pastores dentro”. Essa frase foi pichada no muro lateral da Igreja Presbiteriana no centro de Registro (IBP Regitro) no último fim de semana. A frase assustou os religiosos e a todos que passaram na manhã de segunda-feira (28) próximo ao local. O ato de vandalismo e ameaça fez com que a igreja registrasse um boletim de ocorrência cuja investigação está em andamento.  

Logo pela manhã, o escrito foi apagado do muro por frequentadores da igreja, mas não da lembrança de todos que acompanham o trabalho de membros da igreja tradicional na Cidade por ações de caridade e ajuda comunitária. As investigações partem das imagens de câmeras instaladas próximas ao templo evangélico.  

Apesar da gravidade e do tom ameaçador da frase, o pastor não pensa em descobrir o autor da pichação para prendê-lo ou garantir ações reparatórias, mas sim para conversar e saber as reais razões que o levaram à prática deste ato. “É mais um jovem revoltado com um mau testemunho e com isso, todas as igrejas são colocadas no mesmo saco”, indigna-se. “Essa pichação é mais um desabafo do que uma intenção maligna”, acredita.

O pastor vê com preocupação o que acontece não somente com a igreja dele, mas com todas as religiões que refutam uma filosofia ao invés de pessoas mal intencionadas. “Em nove anos que sou pastor nesta igreja, esse muro já foi pichado várias vezes, mas nunca em um tom tão ameaçador como agora”, fala o pastor Tarciso da Silva Carvalho, em entrevista ao Portal da Cidade Registro.

Avaliando o que aconteceu, Tarciso Carvalho tenta achar razões que levaram o ato ameaçador. “Dá um certo temor por minha família e minhas filhas pequenas, mas entendo que este ódio aos cristãos é histórico. É natural para a igreja”, desabafa Tarciso.

Na página da IPB de Registro, o pastor disse: “...Para a pichação recente na Igreja Presbiteriana de Registro (Centro) duas teses seguem: um ódio deliberado contra a igreja do Cristo, pois historicamente, somos perseguidos por seguir o Cordeiro. A outra a revolta contra os maus líderes e as más igrejas que continuam abusando da boa vontade do povo, transformando a Graça de Deus em libertinagem e fazendo comércio da fé.” A pichação no muro revela que o sentimento não mudou, pois, o desejo de queimar sacerdotes continua”.

Partindo desse princípio o pastor diz que “a Bíblia nos ensina a nos alegrarmos quando formos perseguidos por seguir a Jesus e for a segunda que A Bíblia nos ensina que os escândalos no meio do povo de Deus com certeza serão cobrados pelo próprio Deus”


Fonte:

Deixe seu comentário